A bermuda reciclada da Billabong e Schin

A marca de surfwear Billabong está lançando uma nova linha de bermudas elaboradas a partir da garrafas recicladas de Água Schin. Para a fabricação de cada peça, que leva o nome de Billabong Recycler Series Água Schin, são reutilizadas seis garrafas de 300 ml.

Além do projeto de confecção de roupas recicladas, em 2010, serão recicladas cerca de 400 mil garrafas PET de 300 ml da água nas corridas patrocinadas pela marca, como a Eco Run e o Circuito das Estações Adidas.

“A parceria com a Billabong reforça nossa preocupação com o meio ambiente e mostra que podemos reutilizar garrafas PET de forma criativa para a confecção de uma peça de alto valor agregado e de muito estilo”, afirma Luiz Claudio Taya de Araujo, Diretor de Marketing do Grupo Schincariol.

Rio proíbe sacolas plásticas a partir de sexta (agora é lei)

A partir da próxima sexta, dia 16, entra em vigor oficialmente a lei que prevê a proibição do uso das sacolas plásticas em qualquer estabelecimento comercial do estado do Rio de Janeiro.

Para garantir o cumprimento da medida, fiscais da Secretaria do Ambiente irão a supermercados e lojas  já na sexta-feira. O órgão informou que, inicialmente, vai realizar ações educativas, sem aplicação de multas. Quando a operação multa for iniciada, o valor poderá chegar a R$ 20 mil para quem não cumprir a regra.

Em São Paulo, o projeto de Lei nº 577/07, que previa a substituição de sacolas plásticas por embalagens reutilizáveis, foi vetado pelo prefeito Gilberto Kassab no dia 22 de janeiro de 2010.

O selo verde do Buscapé

O BuscaPé, site de comparação de preços, acaba de lançar o selo Eco (caracterizado por uma folha verde), que permite aos consumidores identificarem os produtos com características sustentáveis na hora da compra.

Coca-Cola inaugura primeira fábrica verde no Brasil


A Conviver Bebidas e Alimentos, primeira fábrica verde de refrigerantes do Sistema Coca-Cola na América Latina, foi inaugurada nesta sexta-feira, dia 16 de abril, em Maceió. Localizada no bairro do Benedito Bentes, a Conviver pertence ao Sistema Empresarial Constâncio Vieira – SECV e aumentará a capacidade de produção em mais de 40% na 1ª fase, o que será ampliado ao longo dos próximos 5 anos.

Os produtos desta nova fábrica serão comercializados, a princípio, nos Estados de Alagoas, Sergipe e parte da Bahia. A fábrica, no entanto, terá capacidade para, inclusive, abastecer outros mercados do Nordeste.

O investimento total da obra foi de aproximadamente R$ 90 milhões (60% em equipamentos e 40% em infraestrutura), compreendendo uma área de 210 mil m², sendo 38 mil m² de área construída inicialmente. Com arquitetura extremamente moderna e concebida dentro dos mais rígidos padrões de sustentabilidade ambiental, a nova unidade da Conviver é uma fábrica construída no conceito de planta verde e está em processo de obtenção da certificação LEED fornecida pelo Green Building Council Brasil, o que garante a implantação das boas práticas da construção sustentável.

Fábrica Verde – Diferenciais:

Escolha sustentável do terreno:

- O terreno foi escolhido em função da proximidade com comércio e serviço de forma a incentivar os usuários do edifício a deslocarem-se a pé, bicicletas ou transporte público, contribuindo assim para a redução dos níveis de emissão de gases.
– Pontos de transporte público de fácil acesso e próximos ao terreno.

- Adoção de grande área plantada no terreno, promovendo, entre outros, gerenciamento mais eficiente das águas pluviais, maior biodiversidade e redução do efeito ilha de calor.
– Cobertura do galpão de produção com cor clara e pé direito alto, diminuindo o efeito “ilha de calor”, em função da maior reflexão solar e também da utilização de telhas com isolantes térmicos, propiciando maior conforto aos colaboradores.
– Iluminação natural em todo galpão industrial.
– Plano de controle de poluição da obra.

Uso eficiente de água e redução de uso de água potável em necessidades secundárias:

- Paisagismo com o uso de plantas nativas ou adaptadas, diminuindo a necessidade de irrigação.
– Instalação de equipamentos economizadores de água, como válvulas “Dual-flush” e reuso de água dos chuveiros para as bacias sanitárias e torneiras com temporizadores.
– Instalação de sistema de captação e reuso de águas do processo produtivo para a irrigação.

Eficiência energética:

- Restrição das instalações consumidoras de energia como ar condicionado e iluminação artificial.
– Diversas soluções para a redução de consumo de energia, como tanque de acumulação, baixa Densidade de Potência Instalada de Iluminação (LPDI) e vidros eficientes.
– Utilização de gases refrigerantes sem a presença de CFC no bloco industrial. iluminação natural, utilização de telhas translúcidas e sistema de ventilação.

Materiais utilizados:
– Utilização de materiais locais na construção, diminuindo a distância do transporte e consequentemente a liberação de CO2 na atmosfera.
– Instalação de área para captação e gerenciamento de resíduos (reciclagem) na planta do edifício.
– Uso de madeira certificada (FSC) garantindo a origem de área de manejo florestal.

Qualidade interna do ar:

- Uso de tintas com baixo índice de VOC.
– Sistema de monitoramento de CO2 nos ambientes internos, garantindo uma boa qualidade interna do ar.
– Equipamentos de controle de poluição, como capachos, instalados nas entradas dos edifícios, reduzindo a entrada de partículas contaminantes.

Marcas patrocinam Fórum de Sustentabilidade

Bradesco, Coca-Cola, Dafra, Honda, Kasinski, Nestlé, Philips, Positivo Informática, Samsung, Semp Toshiba, Suzuki, Videolar, Walmart, Whirlpool e Yamaha vão patrocinar o Fórum Internacional de Sustentabilidade – realizado pela Seminars em Manaus, nos dias 26 e 27 de março.

O evento contará com a participação do líder mundial e prêmio Nobel da Paz, Al Gore, ex-vice-presidente dos Estados Unidos, do cineasta James Cameron, diretor de blockbusters como “Avatar” e “Titanic”, e do renomado cientista e ecólogo norte-americano, pioneiro na pesquisa da Amazônia, Thomas Lovejoy. O anfitrião do Fórum será o governador do Amazonas, Eduardo Braga.

O carro verde da Land Rover

landroverlogoA marca Land Rover, que pertencia a Ford e recentemente foi adquirida pela companhia indiana Tata, vai investir 400 milhões de libras no desenvolvimento do seu primeiro veículo verde na Grã-Bretanha. O dinheiro está vindo de um fundo especial criado pelo governo britânico para ajudar a indústria automobilística em projetos que priorizem a sustentabilidade.

A Inglaterra está estudando inclusive adotar um modelo desenvolvido na Alemanha, onde proprietários de carros receberão um incentivo para trocar o seu automóvel velho por um novo ecologicamente correto.

E o Príncipe Charles em visita essa semana ao Brasil disse que por causa da crise o meio ambiente ficou em segundo plano. Vai entender.

 

Com a palavra o CEO da GE

 

img_0100

Em entrevista exclusiva a esse blog, o CEO e Presidente da General Electric, Jeffrey Immelt, disse que a Responsabilidade Social Corporativa será um diferencial de competitividade estratégico para as marcas num futuro próximo. “A prática da Responsabilidade Social Corporativa em todos os níveis da empresa é um desses diferenciais que dará o tom de quanto o seu negócio e a sua marca são importantes ou não aos seus consumidores, funcionários, acionistas e toda a cadeia de stakeholders. Investir em CSR (Corporate Social Responsibility) não é queimar dinheiro, mas sim um meio estratégico de criar valor, trazer confiança e transparência aos seus negócios. Creio que num futuro próximo, as empresas vão competir para quem será mais responsável” disse Immelt após palestrar na Conferência da  Business for Social Responsibility, realizado em Nova York na semana passada.

Jeffrey Immelt disse ainda que num curto prazo pretende comercializar energia limpa e que o grande desafio da GE hoje é ser competitiva localmente sem deixar de ser global ao mesmo tempo.

 

Follow

Get every new post delivered to your Inbox.

Join 39 other followers

%d bloggers like this: